Costa de Souza

Caricatura | Ilustração


Deixe um comentário

Caricatura de casal com tema Oktoberfest

caricatura-oktoberfest-quadro

Caricatura encomendada por uma amiga do casal para presentá-los. Os dois são fãs da Oktoberfest e de um bom chope artesanal.  A caricatura foi entregue o casal como um quadro e também como arquivo digital para uso em perfis pessoais de redes sociais.


2 Comentários

Caricatura para formatura em Odontologia

caricatura formatura odontologia

Caricatura para formatura em Odontologia. Encomenda na opção Colorida, com 1 adicional (livros). As caricaturas para formatura podem ser utilizadas pelo cliente em banner, quadro, convite, lembranças da festa, display de mesa, totem em tamanho real e para postar em perfis pessoais nas redes sociais.


Deixe um comentário

Entrevista para site da WK Sistemas

Com a proximidade da Convenção de Vendas da WK Sistemas, de Blumenau, fui entrevistado para o site da empresa sobre o meu trabalho de caricatura ao vivo que desempanharei no evento.

LEIA AQUI

Agradeço à equipe de Marketing da empresa pelo espaço para contar um pouco dessa arte.


1 comentário

Caricaturas para casamento em preto e branco

Caricaturas em preto e branco feitas em grafite e enviadas como arquivo digital em alta resolução. Os exemplos acima foram feitos para celebrar dois casamentos deste ano, de clientes de Blumenau e Itajaí.


Deixe um comentário

Esquetes de praia

Esquetes de ontem de manhã, com caneta Tombow. Os desenhos que mais me agradaram entre os que fiz dias 2 e 3 em praias.

Na praia as mudanças de postura são menos bruscas e as pessoas se deslocam menos que na rua ou no parque. Fica mais fácil pra compor o desenho.

Eu não falava nada com as pessoas, mas algumas notaram que eram desenhadas, porque o comum é olhar diretamente pra alguém que o acompanha ou pro horizonte. Eu quebrava a regra. Uma mulher colocava a mão discretamente em frente às partes mais vergonhosas e teve até uma que o acompanhante encobriu, colocando a cadeira dele virada de lado para o mar, entre mim e a moça. A praia e suas figuras diversas!


2 Comentários

Chegou o álbum Raul Misturada

Capa, contracapa do encarte, fundo da capa e estampa do CD: chegou ontem da gravadora o álbum do Raul Misturada. Todo o visual é meu.

Em breve nas melhores lojas de Blumenau e região. Por enquanto quem quiser pode comprar comigo: arte@costadessouza.com a R$20,00 (frete à parte para quem estiver fora de Blumenau).

O trabalho do Raul pode ser conferido no Myspace.

Foi um trabalho muito gostoso de fazer por envolver o folclore brasileiro e elementos de umbanda. Também gostei de trabalhar sob a direção de arte do Raul, que ao mesmo tempo sugeriu o enredo e deixou espaço pra minha criação. Arte movida a arte dá uma explosão das boas!


Deixe um comentário

Morena Frajola

Morena Frajola – Aquarela sobre papel – 30 x 42 cm – novembro de 2009

Este é um estudo de cores em que voltei à técnica do lápis aquarelável, que usava muito há uns dois anos. Aqui não usei pigmento preto nem cinza, pra poder entender melhor como cada cor representa a luz ou a sombra. Uma sensação próxima ao cinza é a das listras da blusa, mas que é composta por pigmentos marrom e azul. Já nos óculos a mistura é grande.

É muito bom variar entre o digital e as tintas ou lápis e perceber como um ajuda o outro. A composição de cores no Photoshop, mais prática, dá um domínio maior pra usar as mídias tradicionais.

Fica o ar de verão, pra marcar o dia quente de hoje, com essa imagem dominada pelo amarelo.

Quem quiser relembrar o clima de outono que criei numa aquarela de 2008 (nada de “ano passado”, 2008 tá velho demais já) aqui está.


Deixe um comentário

Temporada das artes em Itajaí

Duas semanas de arte sem parar em Itajaí. Programe-se aqui pro 3º Itajaí em Cartaz, que começa sábado no Teatro Municipal e em espaços alternativos. É uma mostra com as produções dos grupos de teatro da cidade de maior representatividade no último festival catarinense e de grande tradição nas artes cênicas do estado.

E foram definidas hoje as atrações pro 12º Festival de Música, que deveria acontecer em setembro e foi adiado por dificuldade na captação de verbas. Começa dia 1º. Pra quem já foi, sabe que lá não há espaço pra agradar a todos os ouvidos, mas sim deleitar os bons.  Por isso a cidade se enche de amantes da música durante o evento.

Os shows, no Teatro Municipal:

Dia 01 DOM | 21h – Badi Assad (vídeo acima)
Ingressos: R$ 30 / meia: R$ 15

Dia 03 TER | 21h – Trio 202
Ingressos: R$ 30 / meia: R$ 15

Dia 04 QUA | 21h – Duo Buxixo
Evento gratuito

Dia 05 QUI | 21h – Mawaca
Ingressos: R$ 30 / meia: R$ 15

Dia 06 SEX | 21h – Monica Salmaso
Ingressos: R$ 30 / meia: R$ 15

Dia 07 SÁB | 21h – Toquinho
Ingressos: R$ 50 / meia: R$ 25


3 Comentários

Esquete: Audrey Tautou

tatou foto

A atriz francesa Audrey Tautou no rascunho. Logo logo a trabalho no computador. Não esta semana. Passei pela foto dela ontem e não resisti em caricaturá-la.

Verbo estranho, né? Tem gente que diz que é “caricaturizar” o correto, mas o Pai Aurélio disse pra eu escrever assim. Respeito. Respeito-o até na palavra “esquete”. Já disse aqui que não gosto de resumir meu trabalho ao espirro “sketch”.  Tentativas de agringalhar (tchau, Aurélio) meu vocabulário técnico-ilustrístico (até nunca mais) são aceitas nos comentários.


Deixe um comentário

Ana Russi tira de letra o Nosso Inverno

Letra feita pela artista Ana Russi especialmente para a música de encerramento do show da banda Ozuê no Nosso Inverno, dia 2, em Blumenau:

“Eu tenho a piração da Blumenalva
Na minha cabeça calva
Eu tenho a Nau em Blu escorregando no meu sangue
nobre de um vira-lata do teatro local

Enquanto o rock entra num ouvido
Do outro sai uma capivara
Carregando uma alfaia
E um pincel de muitas cores que desenha
A verdade em minha cara

Abram as cortinas que eu vou apresentar os meus amigos
Nossa vida é a arte
Nossa tela é a cidade
E o nosso palco pode ser aqui no chão

Mas isso não é suficiente
Para nós, a arte deve ser total, onipresente
Do outdoor à camiseta, no carro do camarada
Até no papel do pão”

A letra, cantada pela própria Ana, saiu entrecortada por agradecimentos e elogios aos artistas do festival.


4 Comentários

O sucesso do Nosso Inverno – parte 2

A semana vai embora e os ecos de 24 horas de arte ainda deixam mais bonita a vida de quem esteve no Teatro Carlos Gomes nos dias 1 e 2 de agosto, no Festival Nosso Inverno.

A grande contribuição do evento pra arte de Blumenau foi a união dos artistas. Dela surgem novas ideias e projetos, como reforçou a presidente do Conselho Municipal de Cultura, Noemi Kellermann, na abertura.

Gosto de todas as formas de arte, principalmente da arte poliforme. Assim foi o festival que trouxe obras de literatura e visuais unidas, de literatura e cênicas, vídeo e música, e outras memoráveis parcerias.

A mistura, junto com o apoio do público, foi vital pra que esse grande grupo de artistas siga com propostas cada vez melhores na cidade. Agora o caminho é buscar parcerias com outras instituições e encaixar a arte onde ela merece: no planejamento do município e da vida de cada cidadão. Assim, com certeza, teremos outros grandes eventos, ou outras edições do Nosso Inverno.

O nome e a proposta têm potencial turístico. Blumenau é mais atraente no inverno. A arte aparece, após o sucesso de público e de segurança do Nosso Inverno – nenhuma briga nem depredação de patrimônio – como uma alternativa econômica em benefício dos artistas e do público. A cidade tem a faca e o queijo nas mãos.

Bastidores

Aprendi muito com o evento, principalmente sobre produção cultural. Trabalhei na Comissão Organizadora ao lado de quem entende do assunto dos bastidores. Descobri que um espetáculo vai para além dos palcos e até das coxias. Vai para os corredores, onde me movimentei por 36 horas, com pausa de uma hora e meia pra dormir, entre o sábado e o domingo passado. Um sufoco que, com certeza, valeu a pena. No final, ainda disse a uma amiga: “amanhã tem mais”. Que esse amanhã chegue logo! Mas, por enquanto, ficamos com a lembrança desse tango:

O Festival Nosso Inverno teve também na Comissão Organizadora Clara Mendes, Clóvis Truppel, Monalisa Budel e Rafaela Kinas. Foi muito produtivo e divertido trabalhar com esse conjunto!


Deixe um comentário

Selton Mello

Selton Mello 500

O mais famoso dentre meus caricaturados na era digital. Como os leitores do blog já sabem, desde março desenvolvo a técnica de caricatura digital com trabalhos por encomenda. Essa caricatura foi pra divulgar esse trabalho e foi exposta no Nosso Inverno, no Teatro Carlos Gomes, em Blumenau. A foto da exposição está no post abaixo, em que conto como foi o evento.